Resultados para “Usuario: Hellboy"

Este buscador realiza búsquedas sobre el texto íntegro de los Artículos, Poblamientos, Imágenes y Archivo de conocimientos, así como sobre los comentarios a los Artículos y Poblamientos.

Buscador Global

Tipo de búsqueda
No literal (todas las palabras en cualquier orden) · Sólo en el título

Buscar en:
Biblioteca · Poblamientos · Archivo de Conocimientos · Imágenes · Comentarios

Si no marcas ningún área, buscará en todas (excepto en comentarios).


Comentarios

Tijera Pulsa este icono si opinas que la información está fuera de lugar, no tiene rigor o es de nulo interés.
Tu único clic no la borarrá, pero contribuirá a que la sabiduría del grupo pueda funcionar correctamente.


  1. #1 Hellboy 28 de dic. 2004

    Biblioteca: Los orígenes indoeuropeos

    Olà amigos da Historia ! Muito interessante o que escreveu o Mestre Darius. Desejo, nesta mensagem, apresentar mais um autor que se tem dedicado ao assunto indo-europeio. Trata-se de Bernard Sergent, Entre os trabalhos que fez, destaco uma obra imponente (Les Indos-Européens), na qual propõe uma classificação e descrição das linguas indo-europeias e por outro lado um estudo sobre esse idioma do ponto de vista gramatical, fonético, social, etc. Segundo Sergent o povo indo-europeio tem a sua origem na cultura prehistorica dos Kurganes (em parte na actual Ukrânia), que arranca no V Milénio antes de Cristo. Não posso, neste momento, acrescentar mais detalhes porque preciso ler outra vez essa obra. Mas daqui uns dias jà terei oportunidade de vos fazer um bom resumo desse trabalho, cujo ponto de vista é bem diferente das ideias de Demoule. Até à proxima !

  2. #2 Hellboy 30 de dic. 2004

    Biblioteca: Los orígenes indoeuropeos

    Para Giorgiodieffe, sim, sei perfeitamente que foi Gimbutas quem elaborou essas teorias. Não acho que estejam totalmente ultrapassadas porque a arqueologia veio a demonstrar a importância, graças às escavações, dessa cultura e das relações que teve no âmbito da pre/protohistoria europeia. Falando de Sergent, acho que o trabalho dele tem grande valor porque compara as linguas, as relações de parentesco entre elas e o que veio a diferencia-las, e fornece uma base de comparação das instituições, das tecnicas (agricolas, etc); é uma visão mais moderna em relação a Dumézil que no entanto mantem-se como ponto de partida e referência obrigatoria

  3. #3 Hellboy 31 de dic. 2004

    Poblamientos: Municipio romano de Egitania

    Idanha-a-Velha ! Maravilha ! Conheço-a bem porque a minha familia é desta região. Tive varias oportunidades de a visitar e também falei com o Sr Adelino (se não me engano), infelizmente falecido. Nessa altura o Baptistério estava cerrado ao publico mas ele o abriu para eu ver. Sinto-me honrado porque entrei là. Também me mostrou e comentou, na Sé Catedral ,outros valiosos testemunios (epigrafia, numismatica, etc). Um passeio pelas ruas do que hoje é uma das mais pequenas aldeias, quase despovoada, da zona vale a pena, podem acreditar ! Escavações recentes mostraram que a cidade estendeu-se além da cerca. Um pormenor que nunca esqueço é uma inscrição na qual se lê IUNO (divindade romana bem conhecida), colocada numa das portas da Catedral, junto do baptistério. A torre de menagem da Idade Média (Templaria) foi construida sobre o podium de um edifico romano, provavelmente um templo. Quem passar na Idanha pode também ver a ponte romana de Segura (que vejo aqui ao lado, em foto), aldeia fronteiriça que é a terra do meu pai, e a partir de ai se deslocar a Espanha, até Alcantara, para admirar a famosa ponte construida no tempo do Imperado Trajano e ver aquele pequeno templo transformado em capela.

  4. #4 Hellboy 03 de feb. 2005

  5. #5 Hellboy 04 de feb. 2005

  6. #6 Hellboy 03 de abr. 2005

  7. #7 Hellboy 03 de abr. 2005

  8. #8 Hellboy 29 de abr. 2005

  9. Hay 8 comentarios.
    1

Volver arriba