Autor:
sábado, 14 de octubre de 2006
Sección: Protohistoria
Información publicada por: Balsense
Mostrado 15.502 veces.


Ir a los comentarios

Mapas


Comentarios

Tijera Pulsa este icono si opinas que la información está fuera de lugar, no tiene rigor o es de nulo interés.
Tu único clic no la borarrá, pero contribuirá a que la sabiduría del grupo pueda funcionar correctamente.


  1. #1 Balsense 06 de jul. 2005

    Lusitano A ocupação pré-romana por Túrdulos do litoral atlântico, entre o Douro, o Tejo e a cornija da Meseta, é um facto bem confirmado pelas fontes clássicas, pela toponímia e pela arqueologia. Existe também uma considerável bibliografia sobre o tema e diversas interpretações da migração dos túrdulos e célticos provenientes das margens do Ana até à Gallaecia. A lista seguinte é apenas indicativa: 1. Fontes clássicas PM: Pomponio Mela PL: Plínio-o-Velho ST: Estrabão PT: Ptolomeu IA: Itineraria Antonina CR: Cosmographia Ravennatis Turduli veteres PM III-1 Turdulorumque oppida Turduli veteres PL IV-35 Celtas ST III-3:5 2. Toponímia com etimologia céltica (-BRIGA, -BRITUM,-MINIO) e turdetana (-IPO) Antigos Actuais Referências Ulisippo Olisippo Olisipone Olisipona Olisipon Lisboa PM III-1 PL IV-35 IA XII,XIV,XIV,XVI CR IV-43 ST III-3:1 Collippo São Sebastião do Freixo (Batalha) PL IV-35 Arabricenses Ierabriga Arabriga Alenquer PL IV-35 IA XV,XVI PT II,5,5 Eburobrittium Óbidos PL IV-35 Conimbriga Condeixa-a-Velha PL IV-35; IA XVI Aeminium Aeminio Coimbra PL IV-35 IA XVI Talabrica Talabriga Cabeço do Vouga (Águeda) PL IV-35 IA XVI Langobriga Lancobriga Langobrica Monte Redondo (Fiães, Feira) IA XVI CR IV-43 ? Évora da Alcobaça 3. Arqueologia Tessera Hospitalis entre um cidadão romano e o populi dos Turduli Veteres, datada de 6-7 a. C. Texto: Sendo cônsules Quinto Sulpício Camerino e Gaio Popeu Sabino, Décimo Júlio Cilão, da tribo Galéria, fez um pacto de hospitalidade com Lugário, filho de Septânio, dos Turduli Veteres e recebeu-o, a si, aos seus filhos e descendentes, na sua fidelidade e clientela, na de seus filhos e descendentes. Lugário, filho de Septânio, o fez. • Terminus augustalis entre os Turduli Veteres (capital Longobriga) e a civitas de Talabriga. • Cerâmica e queimadores idênticos aos encontrados em oppida dos territórios "célticos" do Sul, num número crescente de povoados explorados recentemente (Vila da Feira, Torres Vedras...) Biografia essencial • Juan L. Garcia Alonso, La Península Ibérica en la Geografia de Claudio PTOLOMEO, Euskal Harriko Unibersitatea, Gasteiz 2003 • Amílcar Guerra, Plínio-o-Velho e a Lusitânia, Colibri, Lisboa 1995 • Luciano Pérez Vilatela, Lusitania. Historia y Etnologia, R.A. de la Historia, Madrid 2000 • Fontes Hispaniae Antiquae, VII, dir. A.Schulten e J, Maluquer de Motes, I.A.P., Barcelona 1987 • Identificação das cidades da Lusitânia portuguesa e dos seus territórios, Jorge de Alarcão, em "Les villes de Lusitanie Romaine", C.N.R.S., Paris 1990, p. 21-34 • "As tesserae hospitales do Castro da Senhora da Saúde, Pedroso, Vila Nova de Gaia", A.C. Ferreira da Silva, Gaya,1, 1983, p. 9-26 • "Terminus augustalis entre Talabriga e Longobriga", Fernando de Almeida, Arqueólogo Português, nova série, 2, 1953, p. 209-212

  2. Hay 1 comentarios.
    1

Si te registras como usuario, podrás añadir comentarios a este artículo.

Volver arriba